Menu

13 outubro 2013

Pensamentos alheios: Saudades Infância

Acho que nunca vai ter um texto do Privado Mundo que eu não goste e não me identifique, são perfeitos! E aproveitando o Dia das Crianças que foi ontem, achei esse texto lá no blog da Miss K. super fofo:

Já fui tão inocente e daria qualquer coisa para voltar a ser assim, criança, sem medo, nem rancor de nada. Curiosa, descobrindo cada coisa através de um toque. Perguntas eram normais, sempre quis saber sobre tudo e todos. Não guardava rancor de nada, mesmo, era como se um dia eu estava de mal com a menina da minha turma e no outro nós éramos unha e carne de novo e dividíamos lanche e brinquedos como se nada tivesse acontecido anteriormente.
Época boa, em que meu único ciúmes era dos meus pais com outras crianças e parentes próximos. Quando eu caia e ao invés de chorar eu ria, mamãe costumava dizer que eu era uma mocinha forte e meu pai sempre se orgulhou por eu não chorar por qualquer bobeira. Nada me abalava o bastante para que eu chorasse escondida e mal sabia eu que crescer significa muito mais que ser maior, grande, mais responsável, sair sozinha, porém era o que eu jurava a mim mesma e preferia que fosse simplesmente isso.
Agora eu ando por aí com medo de tropeçar em um buraco na calçada e cair, pois o máximo que irei passar é vergonha, meus pais não vão estar mais lá para me levantar, agora sou eu por mim e mais nada. Esforço-me para que meus ciúmes por alguém importante não ultrapassem dos limites e eu não pareça maluca, faço de tudo para não parecer desagradável e procuro andar sempre acompanhada com aqueles que se importam e gostam da minha companhia.
Quando criança eu desejava crescer, e agora que cresci vejo que o mundo é totalmente diferente e mais difícil sozinha, o que eu desejo agora é ser criança novamente.
Image and video hosting by TinyPic

Um comentário:

  1. meu beem!! vc já é uma CRIANÇA hsuahsuahsahushaushauhas

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...